Suíça libera entrada de brasileiros vacinados - Passagem Aérea

Suíça libera entrada de brasileiros vacinados

Zeca de chapéu

Ótima notícia para quem estava procurando um destino em solo europeu para poder voltar a viajar: Suíça libera entrada de brasileiros vacinados!

Desde o último sábado (26), a Suíça aprovou a entrada de viajantes brasileiros que estejam imunizados contra a Covid-19.

O país é o primeiro da Europa a liberar totalmente a entrada dos turistas brasileiros.

Os visitantes que foram completamente imunizados com as duas doses da vacina (ou vacina de dose única), nos últimos 12 meses terão permissão para entrar na Suíça sem precisar fazer o teste
PCR ou cumprir quarentena.

Para a comprovação e liberação da Suíça para entrada de vacinados, é necessária a apresentação do comprovante de vacinação juntamente com passaporte.

Neste documento portanto, é preciso ter informações como nome, data de nascimento, data da aplicação da vacina, nome da vacina administrada, além do nome e endereço do local da vacinação.
As vacinas aceitas atualmente são aquelas aprovadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS): BioNTech, Moderna, Pfizer, Janssen, AstraZeneca, Sinovac/CoronaVac, Sinopharm e Serum
Institute of India.

Vale lembrar que caso o turista brasileiro tenha a intenção de seguir a partir da Suíça para outros países, é preciso estar atento sobre as regras do país para o qual pretende seguir viagem.

Vale lembrar que, para retornar para o Brasil, o turista precisa apresentar o teste PCR com resultado negativo.

Medidas mais flexíveis

Com o número de casos sob controle, a Suíça já flexibilizou algumas medidas de restrição no país desde o dia 31 de maio, como a reabertura de bares e restaurantes.

Além disso, o uso de máscara também foi dispensado em eventos de grande escala mediante a apresentação do certificado de vacinação e o distanciamento social não é mais necessário em
eventos culturais e esportivos.

Disponibilidade de voos semanais

Atualmente, a Swiss Airlines opera seis voos semanais de São Paulo a Zurique, sendo que em agosto a frequência passará a ser diária.

Zurique, Lucerna e Berna: o que aproveitar nestas cidades suíças ?

Mundialmente conhecida pela excelência em seus chocolates, a Suíça oferece muitas paisagens de lagos cristalinos, alpes cobertos por neve, além de uma extensa rede de trens que facilita
conhecer cada canto do país.

Apesar de não ser um dos países mais baratos para se conhecer, porém, com organização e muita pesquisa é possível sim incluir esse lindo país, seja no roteiro de uma viagem pela Europa ou como seu único destino.

Neste roteiro, confira alguns programas legais para se fazer em Zurique, Lucerna e Berna.

Suíça libera entrada de vacinados: Zurique

Maior cidade da Suíça, Zurique dispõe de uma qualidade de vida sensacional. Por este motivo, somada a sua localização privilegiada, este destino é perfeito como ponto de partida para quem
deseja explorar o país.

Iniciei a sua estadia pela cidade por Bahnhofstrasse. Localizada ao lado da estação central, esta é a avenida mais chique e importante de Zurique. Além de uma infinidade de restaurantes, o lugar ainda abriga escritórios, bancos e lojas de grife mundialmente famosas.

Não deixe de conhecer a Confiserie Sprüngli, a mais famosa confeitaria do país e um prato cheio para quem curte uma guloseima!

Em seguida, cruze o rio Limmat em direção a velha Zurique, e visite o lado histórico da cidade.

Aproveite para conhecer três das igrejas mais famosas do país: Fraumünster Church, St. Peter e a Grossmünsterplatz.

A primeira, por contar com vitrais executados pelo artista Marc Chagall, é conhecida como a catedral da torre azul, um dos lugares mais fotografados da cidade. St. Peter, foi erguida no século IX e ostenta o maior relógio da Europa, com quase nove metros de diâmetro.

Enquanto que Grossmünsterplatz, é o maior cartão postal de Zurique. Também erguida no século IX, tem como grandes destaques as suas torres gêmeas e os vitrais feitos pelo artista Augusto
Giacometti.

O bacana de Zurique é que a cidade também é conhecida por abrigar o FIFA Headquartes, sede da entidade que comanda o futebol mundial.

Apesar de a visita em seu interior não ser permitida, para quem gosta de futebol vale fazer o registro em fotos de sua passagem por lá.

Chocolates

Como já mencionado anteriormente, a Suíça é mundialmente famosa pela qualidade refinada de seus chocolates.

E para quem gosta deste doce fazer uma visita à loja da fábrica da Lindt é obrigatória. Apesar de não existirem passeios guiados dentro das instalações da fábrica, a loja é, por si só, um baita
programa. Não deixe de fazê-lo!

Esteja você nesta viagem sozinho ou acompanhado, para encerrar o primeiro dia de sua passagem pela Suíça a sugestão é curtir a noite na rua Niederdorfstrasse, na cidade antiga. Bastante
movimentada, a via ofece excelentes opções de restaurantes e bares.

Suíça libera entrada de vacinados: Lucerna

Localizada a apenas 45 minutos de Zurique, a partir da estação de trem Zurich HM, apesar de ser pequena – o que permite conhecê-la a pé – a cidade de Lucerna é cercada por lindas montanhas.
Entre suas atrações turísticas estão a Kapellbrücke, uma linda ponte de madeira erguida em 1364, e que hoje em dia é um dos lugares mais fotografados da Suíça.

O seu telhado apresenta pinturas históricas do século XVII, que merecem ser apreciadas detalhadamente.

No meio da ponte está a Wasserturm, uma torre octogonal construída por volta de 1300 como espaço de vigia, e que hoje também atrai muitos turistas.

A segunda atração também é uma ponte de madeira sobre o rio Reuss, a Spreuerbrücke. Erguida em 1408, conta com uma pequena capela com belas pinturas internas, feitas pelo artista Kaspar
Meglinger.

Em seguida, outro local imperdível em Lucerna é o monumento do Leão, uma homenagem aos guardas suíços que perderam a vida em Paris na época da revolução francesa. Embora não esteja localizado no
centro, acessá-lo a pé é tarefa fácil.

Para encerrar o segundo dia na Suíça, a dica é a rua Schweizerhofquai, localizada às margens do rio, que também conta com muitas opções de bares e cafés para apreciar, além da boa comida a
vista da cidade.

Suíça libera entrada de vacinados: Berna

O terceiro destino sugerido é conhecer a cidade de Berna. A exemplo da distância entre Zurique e Lucerna, para se chegar a Berna partindo de Lucerna a viagem dura cerca de uma hora.

Desde 1848, Berna é a capital do país e também considerada Patrimônio Mundial da Unesco, por conta de seu centro histórico e suas construções medievais. Programa imperdível!

O passeio mais tradicional de Berna é o Bear Park. O espaço, às margens do rio Aare, abriga uma família de ursos que podem ser observados fazendo as mais diversas atividades.

No centro da cidade, aproveite para visitar Bärenplatz, uma bela praça localizada em frente ao parlamento suíço, a Käfigtur, conhecida como torre da prisão, além da The Cathedral of Bern, de
onde é possível apreciar uma das mais belas vistas da capital do país.

Para os fãs de ciência principalmente, a próxima sugestão de parada agrada em cheio: The Einstein Museum, residência de Albert Eisntein entre os anos de 1902 e 1909.

Encerre sua passagem pelo país com uma parada para observar o Relógio Zytglogge, que de hora em hora exibe diferentes figuras (usos, galos e até um bobo da corte).

Por fim, agora que a Suíça libera entrada de vacinados, está procurando Passagem Aérea para Suíça ou outros destinos? Compre sua passagem aérea ou pacote acessando nosso site www.passagemaerea.com.br

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/passagemoficial
Siga no Instagram: www.instagram.com/passagemaereaoficial
E-mail: [email protected]
Se precisar de alguma ajuda, basta entrar em contato que ajudaremos no que for preciso.


Os comentários estão desativados.



ÚLTIMOS POSTS

2021 Tec4You. Todos os direitos são reservados.