Veja sete dicas para não ter problemas nos aeroportos

Com algumas medidas simples sua viagem ocorrerá sem problemas

20/07/2017 Bruno Mancini

Atualizado em: 20 de Março de 2018

Passar na imigração dos aeroportos internacionais sempre causa frio na barriga e receio. Há muitas notícias de turistas deportados e outros problemas que podem ocorrer. No entanto, com algumas dicas simples é possível evitar dores de cabeça.

Veja uma lista com sete dicas importantes nos aeroports para curtir sua viagem:

Aeroporto de Congonhas

Aeroporto de Congonhas

– Roupas

Turista não precisa estar de roupa social, mas também não precisa abusar da regatá, boné e chinelos. Isso pode fazer com que os oficiais levantem muitas perguntas sobre se você tem ou não dinheiro para ficar no local da viagem.

– Malas

Tenha um pouco de prudência ao arrumar suas malas. Leve peças suficientes para usar durante seu passeio e de acordo com os dias da viagem.

– Redes sociais

Sim, você pode ser monitorado a qualquer momento. Oficiais de imigração, principalmente norte-americanos, podem verificar as redes sociais dos viajantes que pretendem entrar no país. Se encontrarem qualquer sinal suspeito, você pode ser deportado.

– Casa de amigos

Se você pretende ficar na casa de parentes ou amigos, cheque a situação deles no país. Se alguém estiver ilegal e o agente de imigração descobrir, a festa pode acabar e você ser barrado.

– Impressão

Sempre leve as passagens aéreas de volta impressas na bagagem de mão, além da reserva do hotel.

– Dinheiro

Tenha dinheiro na carteira e pelo menos um cartão de crédito internacional. Nas fronteiras de alguns países os turistas precisam provar que possuem pelo menos 65 euros por dia de viagem.

– Exigências

Alguns países adotam regras específicas. A Austrália, por exemplo, exige certificado de febre amarela para brasileiros. O Líbano, por sua vez, impede a entrada de quem tem carimbo de ingresso em Israel em seu passaporte.

Compartilhe:


Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *