Um mês após suspensão, país retoma produção de passaportes

De acordo com a Polícia Federal, 175 mil pedidos estão pendentes

25/07/2017 Bruno Mancini

Atualizado em: 20 de Março de 2018

A angústia demorou, mas finalmente os brasileiros que vão viajar em breve podem respirar aliviados. A Casa da Moeda retomou na manhã desta segunda-feira (24) a confecção de passaportes após quase um mês de suspensão por falta de dinheiro.

A retomada só foi possível por conta de recebimento de crédito suplementar de R$ 102,3 milhões pela Polícia Federal para voltar a produzir os documentos.

Segundo a Casa da Moeda, os arquivos com os dados pessoas de quem solicitou passaporte no período de suspensão já foram recebidos. Segundo o órgão, serão 24 horas por dia e sete dias de semana de trabalho para regularizar a emissão. De acordo com a Polícia Federal, 175 mil pedidos estão pendentes.

A confecção de passaportes estava suspensa desde 27 de junho, quando a PF anunciou que iria paralisar a emissão dos passaportes porque havia atingido o teto orçamentário desta rubrica previsto para 2017.

A Polícia Federal explicou à época que a interrupção do serviço não se deu porque faltasse dinheiro, e sim porque a corporação havia atingido o limite do gasto autorizado na Lei Orçamentária da União para essa rubrica específica.

Com a retomada da confecção, a entrega dos passaportes seguirá a ordem cronológica das solicitações: quem fez o pedido primeiro, receberá primeiro.

Compartilhe:


Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *