Passagem Aérea – Primeira viagem internacional? Segunda parte sua primeira experiência


Passagem Aérea – Ao viajar para o exterior não esqueça de reservar o hotel e fazer um seguro viagem internacional

Passagem Aérea: Está programando fazer a sua primeira viagem internacional? Nesta segunda parte do passo a passo com dicas importantes para você curtir a sua primeira experiência no exterior os temas abordados serão a reserva do hotel, a importância de se fazer um seguro viagem internacional, qual a melhor forma de montar a sua mala e muito mais.

Aproveitando, caso você já tenha decidido que vai passear, mas ainda são sabe qual destino seguir acesse o www.passagemaerea.com.br e confira diversas promoções e lugares pelos quatro cantos do mundo que podem ser a oportunidade perfeita de realizar o sonho de conhecer um outro país, uma outra cultura!

Passagem Aérea Internacional

Passagem Aérea Internacional

Reserve o hotel e compre as passagens internas

Depois da árdua no entanto prazerosa missão de montar aquele roteiro contendo os locais que você pretende conhecer, com certeza ficará muito mais fácil escolher os hotéis e, caso necessário, a aquisição das passagens para se deslocar durante a viagem. Embora a questão preço seja importante, a escolha do hotel também deve ser analisada observando aspectos como a localização, o fácil acesso as opções de transporte público, além é claro, da qualidade! Para quem é aquele tipo de turista que gosta de tomar um café da manhã bem reforçado não deixe de verificar se este serviço é oferecido no hotel no qual você pretende se hospedar. Muitos hotéis não costumam oferecer este tipo de serviço.

Ao escolher o hotel dê preferência para reservas em sites mais conhecidos de modo a evitar problemas com as reservas. Outra dica importante é se basear nas avaliações de outros hospedes, além de verificar a nota do hotel e as formas disponíveis de pagamento. Opte por hotéis com possibilidade de cancelamento gratuito, assim você poderá procurar outras ofertas antes de embarcar e fazer uma nova reserva, sem custos de multa. Se estiver seguro sobre o destino, outra opção de hospedagem podem ser obtidas por meio de sites que alugam apartamentos. Eles poderão sair mais em conta que um quarto de hotel.

A montagem prévia do roteiro também é importante para se saber se há necessidade de se fazer longos deslocamentos durante a viagem. Caso seja necessário trocar de cidade, avalie a melhor relação custo x benefício. Avião, ônibus, carro, navio… As opções são muitas e variam de acordo com o destino. Evite definir a forma de deslocamento na última hora, especialmente no caso de ser necessário comprar uma passagem ou alugar um carro. Na véspera da viagem este custo pode ser maior e você não vai querer isso, não é?

Seja precavido e faça um seguro de viagem internacional

Ao definir um destino e se empolgar com tudo o que o passeio pode proporcionar o que muita gente deixa de lado ou muitas vezes esquece de pensar é nos imprevistos que podem ocorrer durante a viagem. Por este motivo, fazer um seguro de saúde internacional é imprescindível já que é impossível prever o que pode acontecer.

Hoje em dia, os seguros oferecem preços bem acessíveis e serão fundamentais no caso de uma doença inesperada ou mesmo um acidente. Além disso, para alguns países, principalmente europeus que seguem o Tratado de Schengen, o seguro de viagem internacional é obrigatório para quem vem de fora. Para quem quer economizar com esta despesa, a dica é consultar a operadora do cartão de crédito e verificar se ela dispõe de algum tipo de seguro como parte dos benefícios oferecidos aos clientes.

Cuidados com a sua bagagem

Diferentemente das práticas utilizadas nas bagagens em voos nacionais, as regras para quem vai embarcar para viagem internacional é diferente, tanto para as malas despachadas quanto para a bagagem de mão. Por este motivo, é importante ficar ligado para não ser barrado na hora de fazer o check-in ou pagar excesso de malas. As regras da quantidade de bagagem e peso permitido dependem de cada companhia aérea e do tipo de tarifa que você adquiriu. A dica para o caso das bagagens é para que você não deixe de reservar mais bagagem com antecedência uma vez que na hora do embarque o custo certamente será maior.

Para quem é precavido e tem por hábito levar todo o guarda-roupa quando vai viajar evite em sua primeira experiência internacional levar muita coisa além daquilo que for o necessário. Procure viajar o mais leve possível, especialmente se for trocar muitas vezes de cidade. Caso o destino tenha como foco fazer muitas compras, não deixe de se atentar às regras da Receita Federal quanto ao seu retorno para o Brasil.

Em relação à bagagem de mão muitos objetos não são permitidos e devem ser despachados. Entre os itens que não são permitidos estão: líquidos acima de 100ml; arma ou réplica deste tipo de objeto de qualquer tipo; objetos pontiagudos, cortantes ou de ponta arredondada que possam ser usados para como arma branca; além de substâncias explosivas ou inflamáveis como os isqueiros. Consulte sempre o site da companhia aérea escolhida para ver as regras específicas do país para o qual você está viajando.

Na hora de fazer a mala tudo o que for de uso contínuo deve ser levado do Brasil, principalmente remédios já que não é possível saber se o que você precisa será encontrado no local para onde você está indo.

Após acomodar tudo dentro da bagagem, use um cadeado de preferência do tipo TSA – aqueles com código para abrir. Além disso, os lacres, as capas de mala e o serviço de embalagem disponíveis nos aeroportos também auxiliam a tornar as malas ainda mais seguras e livre de furtos. Caso você queira, também é possível utilizar fitas coloridas e tags de identificação contendo dados pessoais. Esta é mais uma forma de garantia em caso de extravio ou troca de malas. Caso você tenha algum item de valor que pretenda levar evite colocar na mala que será despachada. Dinheiro, computador e outros bens valiosos devem ir sempre em sua bagagem de mão.

Passagem Aérea Internacional

Passagem Aérea Internacional

Passagem Aérea – Trâmites do aeroporto para embarque

Malas prontas, documentos em ordem, é chegada a hora mais aguardada: o embarque! Embora possa parecer exagero chegar com três horas de antecedência ao aeroporto é fundamental. Durante este período você terá tempo suficiente para fazer o check-in, despachar suas bagagens tranquilamente e seguir para os trâmites que envolvem o embarque. Ao fazer o check-in não esqueça de conferir se os assentos e o programa de milhas estão corretos. Cheque com a atendente da companhia aérea se a bagagem seguirá até o destino final ou se você deverá despachá-la novamente caso o seu voo conte com conexão. Esclareça também as dúvidas que você tiver quanto ao processo de imigração no país para o qual você está indo. Caso tenha conexão e seja nos EUA aqui vale informar que a imigração será obrigatória.

Feito o check-in você deverá seguir para a zona de embarque. Como o processo de fiscalização para voos internacionais é mais rígida se comparada a voos nacionais a dica é ficar tranquilo e seguir todos os procedimentos de segurança com calma mesmo que lhe seja solicitado, na hora de passar pelo raio-x e detector de metal, que você tire os sapatos, cinto, casaco, ou outros tipos de acessórios e adereços.

Depois de ser revistado para equipe de segurança siga para os guichês de controle da Polícia Federal. O controle de saída é simples e rápido. Durante este processo o fiscal deverá conferir o seu documento e logo em seguida você já estará dentro da zona de embarque. Como alguns terminais já dispõe de controle eletrônico de passaporte caso o seu documento seja do tipo que dispõe de chip você será direcionado para uma das máquinas nas quais você deverá inserir o passaporte no scanner e apertar o botão para foto. Este procedimento é realizado eletronicamente e não conta com a presença de um fiscal.

Caso esteja em um aeroporto que ofereça Free Shop, este espaço fica localizado após o guichê da Polícia Federal. E, por falar em Free Shop se você tiver o interesse em adquirir algo antes de embarcar não se esqueça que as compras realizadas no embarque internacional já entram na cota permitida de USD 500 dólares para compras internacionais. Somente as compras realizadas no retorno ao Brasil entrarão na cota extra para compras no Free Shop. Os produtos adquiridos poderão ser transportados com você dentro do avião como bagagem de mão. Porém, em alguns casos, os itens só deverão ser entregues na porta do avião o que torna importante você guardar a nota fiscal.

Ao entrar no terminal internacional e seguir para o seu portão de embarque certifique-se de que você está no lugar certo. Já na hora de entrar no avião o embarque é feito por prioridades e ordem das filas. Como no Brasil é obrigatória a apresentação do documento de identificação mantenha-os em mãos junto com o cartão de embarque quando for para a fila e boa viagem!

Precisa de ajuda para finalizar a compra de sua passagem aérea?

Fale conosco através de nossos canais e aproveite ainda hoje essa super viagem.

Se precisar de hotéis, locação de carros, ingressos, seguro viagem e muito mais, fale diretamente através de nosso e-mail e saiba como aproveitar ainda mais a sua viagem com as vantagens que só o passageiro do Passagem Aérea possui.

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/passagemaerea

Siga no Instagram:www.instagram.com/passagemaereaoficial

E-mail: [email protected]

Se precisar de alguma ajuda, basta entrar em contato que ajudaremos no que for preciso.

Outras datas, basta acessar: https://www.viajanet.com.br/passagens-aereas/quandoviajar/widget/calendar/passagemaerea/sao/poa

Viaje agora mesmo com o Passagem Aérea.


Os comentários estão desativados.



ÚLTIMOS POSTS

2019 Yupptec. Todos os direitos são reservados.