Paraty - Dicas para visitar o litoral sul do Rio de Janeiro

Da literatura ao turismo de aventura, saiba mais sobre Paraty

Compartilhe:

Da literatura ao turismo de aventura, da boa gastronomia aos alambiques, motivos não faltam para visitar o litoral sul do Rio de Janeiro em qualquer época do ano

Linda como ela só, Paraty, localizada entre as duas principais capitais brasileiras – São Paulo e Rio de Janeiro –, é um lugar para se conhecer e revisitar tantas quantas vezes forem possíveis. Até perder a conta, como no meu caso. E não importa qual estilo é o seu. Se pacato ou baladeiro, se gosta de praia ou de cachoeira, se prefere jogar conversa fora na mesa de um bar ou na beira da praia, tanto faz – Paraty tem opções. E muitas. A começar pelo seu evento mais conhecido mundialmente, a Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), que acontece há 12 anos entre julho e agosto e reúne escritores, artistas, atores, cineastas, poetas, poetinhas, poetas da pesada, do pagode e do perdão, como diria um dos maiores compositores do Brasil, Chico Buarque – que, vejam só, já teve uma briguinha com o homenageado da edição 2014, Millôr Fernandes (1923-2012), segundo contou o cartunista Jaguar na abertura do último festival… Mas isso é um detalhe.

Estive lá nesse período, quando o centro histórico de Paraty, desde o Largo de Santa Rita, que separa a parte de asfalto da cidade do calçamento “pé de moleque”, até o espaço de eventos, montado bem em frente à Praia do Pontal, vira uma tenda gigante. Livros são pendurados nas árvores para que as crianças possam colher as histórias diretamente do pé; mesinhas e cadeiras ficam dispostas no meio das ruelas a fim de que se possa beber e respirar literatura; enquanto isso, no interior das livrarias e dos casarões bem preservados do século 19, acontecem oficinas, bate-papo com autores e exposições. Há quem dispense as areias quentes e as águas geladas para passar uma tarde literária em Paraty.

Na sequência da Flip, o calendário cultural contempla o Festival da Cachaça, Cultura e Sabores de Paraty, que este ano realizou a 32ª edição. No entanto, não é preciso esperar a Festa da Cachaça para experimentar os destilados artesanais. Em qualquer época do ano é possível visitar o lugar onde eles são produzidos. Mesmo se você não for chegado em uma pinguinha, vai gostar de conhecê-los durante um dos passeios de jipe que as agências oferecem com saídas diárias, entre 10 e 11 horas da manhã e retorno previsto para as 17 horas. A um custo médio de R$ 80, a excursão sai do centro histórico e vai sentido à zona rural da cidade, a 3,5 quilômetros do trevo Rio-Santos.

Na primeira das quatro paradas que a expedição faz, o turista tem contato com a Mata Atlântica na Fazenda Pedra Branca e pode conhecer espécies nativas do Brasil, como o jequitibá, uma das maiores árvores da região, e o urucum. A incursão de poucos minutos de caminhada floresta adentro termina na cachoeira Pedra Branca para um banho e um mergulho gelados na piscina natural. A propriedade é particular e os donos cobram uma taxa de R$ 3 para manutenção.

A segunda pausa será no alto da montanha, onde ficam o canavial e o alambique da cachaça Pedra Branca (Estrada Pedra Branca, km 1, cachacapedrabranca.com). Além de conhecer o processo artesanal de fabricação da bebida, dá para provar uma dose de cortesia e comprar desde pinga até doces e petiscos. Como a esta altura o corpo já pede algo mais consistente, uma pausa para o almoço no restaurante Villa Verde (Estrada Paraty Cunha, km 7, villaverdeparaty.com.br) ajuda a restaurar o pique. O lugar não poderia ser mais encantador. O caminho até lá requer a travessia por uma ponte sobre o rio de águas transparentes e pedras grandes, onde algumas pessoas substituem a sesta pelo banho.

Sentada à mesa do restaurante, enquanto esperava o almoço, flagrei diversos pássaros – azuis, verdes, brancos, lindos, e até um pica-pau. Propriedade de um chef italiano, que escolheu Paraty para viver, o restaurante não peca no tempero nem no aroma. Dos pratos que levam peixe, como o filé de truta defumada, às massas, como o ravióli de carne, o paladar e o olfato ficam agradecidos.

Depois de saciado, o grupo retoma o tour com destino à Cachoeira do Tobogã ou Cachoeira da Penha, já que está localizada próxima à Igreja Nossa Senhora da Penha, na estrada Paraty-Cunha. O ponto leva esse nome sugestivo porque os mais corajosos costumam praticar “surfe” ou escorregar sentados em uma pedra larga e lisa, que despenca numa piscina natural com cerca de três metros de profundidade. Cerca de cem metros acima do Tobogã, está o Poço do Tarzan. Pessoas com sangue nos olhos por adrenalina escalam uma pedra a 14 metros de altura e simplesmente pulam de lá até o poço, não sem antes soltar o grito que deixava Jane feliz. Próximo à cachoeira há um bar, restaurante e o alambique artesanal Engenheiro D’Ouro (engenhodouro.com.br)

Lá também é o ponto de largada para o Caminho do Ouro, programação perfeita para quem curte história. Trata-se de uma caminhada de 3,6 quilômetros pela fauna e flora da Mata Atlântica, em trechos de nível médio pela Estrada Real, construída pelos escravos entre os séculos 17 e 19, a partir de trilhas dos Índios Guaianases. No período chamado Ciclo do Ouro, Paraty servia de porto escoadouro da produção de ouro de Minas Gerais para Portugal e a Estrada Real era a passagem obrigatória que ligava Minas a Rio de Janeiro e São Paulo. A visitação só é permitida com guias autorizados, pois o caminho hoje passa por propriedades particulares. O passeio pode ser agendado no Centro de Informações ou nas agências de turismo, a um custo de R$ 250 (contratação do guia), mais a taxa de entrada de R$ 25.

Praias: um capítulo apaixonante

Paraty tem 65 ilhas e centenas de praias. Além do jeep tour, os passeios de escunas são outra grande atração das agências de turismo. Eles têm roteiros diferentes com duração de seis horas, incluindo quatro paradas em duas praias e duas ilhas, de aproximadamente 40 minutos em cada. Nestas paradas é possível fazer mergulho livre com máscara e snorkel, contando com a vantagem de uma água cristalina.

Um dos destinos dos passeios de saveiro é Trindade, uma vila de pescadores com praias simplesmente estonteantes e muitas cachoeiras que facilmente transformam turistas em moradores. De carro, Trindade fica a 30 quilômetros do trevo e está situada dentro da Área de Proteção Ambiental do Cairuçu. Seja por terra ou mar, basta chegar ao lugar para não se lembrar para que serve um relógio.

Na Praia do Cachadaço, por exemplo, não há como fugir da típica programação: estender a canga na areia e ver o tempo que não passa. Aliás, há sim: a maré baixa forma piscinas naturais superconvidativas para o mergulho. De vez em quando, pode-se também tomar uma água de coco, petiscar algumas coisa e voltar a relaxar, claro, afinal, ninguém é de ferro. Mesmo com tanto marasmo, não desperdice a oportunidade de conhecer a quase intocada Praia do Sono e a do Meio, esta muito bem servida por quiosques e mesas pé-na-areia. Qualquer que seja a praia em que você resolva descansar, certamente não ficará indiferente à beleza do lugar.

Paraty - Rio de Janeiro

Paraty - Rio de Janeiro

Paraty – Rio de Janeiro

Noite em Paraty

Para curtir a noite ao som do trio de pandeiro, tamborim e violão, o restaurante Taverna, na Rua do Comércio, é uma boa pedida. A arquitetura colonial e as paredes revestidas com pedras levantadas por escravos por volta de 1850 deixam o local charmoso e o ambiente acolhedor, com mesas à luz de velas, bom atendimento e uma pizza saborosa. Fica próximo a um dos cartões-postais da cidade, a Igreja de Santa Rita, construída em pedra e cal em 1722. O conjunto composto de Igreja, cemitério e pátio ajardinado foi tombado em 1952 pela Secretaria do Patrimônio Histórico Nacional e hoje abriga o Museu de Arte Sacra de Paraty, fechado no momento para reforma.

Festivais em Paraty

Além da Flip, Paraty sedia também o Festival Internacional de Fotografia, de 24 a 28 de setembro, e o Festival de Cinema, de 31 de outubro a 2 de novembro.

Por: Letícia Martins – Seu Próximo Destino

Compartilhe:

Participe deixando seu comentário!


Menezes Trips
Origem:
Data de Ida:
Destino:
Volta:
Adulto
Criança
Bebê
PassagemAerea.com.br

Bem - vindo ao PassagemAerea.com.br! O único site que reúne agências de viagem que vendem online e oferece a comodidade de você comprar com facilidade e segurança, em qualquer horário em sua casa, escritório ou celular.

Utilize o buscador e encontre o melhor preço para qualquer destino do Brasil e do mundo. Todos os dias o site divulga companhias aéreas que estão com preço promocional de passagens aéreas, aproveite e realize sua viagem pagando o menor preço!

As agências oferecem parcelamento em até 10x sem juros, consulte a origem e destino que deseja e confira os melhores preços com garantia CERTISIGN.

Encontre as melhores dicas e promoções de passagem aérea diariamente.

Copyright © 2017 • Todos os direitos reservados do site Passagem Aerea. Site criado pela YUPPTECH - Empresa de Marketing e Tecnologia