Dicas para viajar para Buenos Aires com as crianças

Vai viajar para Argentina? Dicas para grandes e pequenos viajantes!

Compartilhe:

A capital da Argentina está logo ali, ao alcance de poucas horas de voo e muitas alegrias – para grandes e também pequenos viajantes.

As primeiras viagens nas quais pais e mães brasileiros aceitam encaixar os filhos costumam acontecer no manjado “quintal de casa”. Depois de uma saidinha aqui e outra ali, encarar avião, eles pensam, só se for para o Nordeste do país ou outra região próxima dentro das fronteiras nacionais. Viagem para o exterior? Muito complicado. Ter que lidar com documentos complexos, horas e horas de voo, idioma estranho… Mas basta pensar um pouquinho mais para perceber que a Argentina é a mais perfeita tradução de uma viagem curta, sem precisar de passaporte e com toda a novidade cultural que outro país pode oferecer. Buenos Aires é bem ali! E a criançada vai amar, por supuesto!

Para quem está na região Sul do Brasil, nem precisa falar: voos em torno de uma hora alcançam Buenos Aires. Paulistas, cariocas e mineiros também estão a duas, três horas da cidade por linha aérea. Mesmo a conexão do pessoal que vem do Centro-Oeste ou do Nordeste demora pouco. Buenos Aires costuma ser destino de brasileiros há décadas, todos encantados pelo charme, a comida, a música ou o ar europeu que a capital argentina guarda em si. E por que as crianças ficariam por fora dessas delícias? Buenos Aires é atraente tanto para os menores de idade quanto para os maiores – e os pais não precisam cancelar a garrafa de vinho do jantar devido à presença da molecada, podem estar certos.

Tudo ajuda quando se pensa em levar os pequeninos para conhecer a cidade. Além da proximidade com o Brasil e a possibilidade de viajar levando apenas a certidão de nascimento das crianças, tem o idioma, nada complexo de entender; tem a comida, baseada em carnes de alta qualidade, massas à moda italiana e sobremesas apetitosas que nenhum chico recusaria; e tem a identidade portenha, puxada na cultura europeia, muito dada à diversão artística e intelectual, que não exclui as crianças. Ou seja: vai ter muito filé com papas fritas, museus bacanas e diversão bastante engrandecedora para qualquer família.

Para dizer a verdade, uma viagem de casal para Buenos Aires é incrível, romântica e agradável, é claro; mas com a meninada ela só fica melhor, pois, além de tudo, descobre-se muita coisa pelo olhar dos pequenos sul-americanos. ¿Qué tal?

ABRAÇAR O TURISMO

As grandes atrações de Buenos Aires são conhecidas de bastante gente: a Casa Rosada (Calle Balcarce, 50), sede do governo argentino; San Telmo, com sua feira de antiguidades; La Boca e o Caminito, região tradicionalíssima da cidade com as casinhas coloridas e as lojas de badulaques. Nenhuma delas precisa ficar de fora quando as crianças estão junto. Com um carrinho dobrável, os pequeninos percorrem felizes as largas alamedas arborizadas da cidade. Já os adolescentes podem ouvir mais sobre a história local de orgulho nacional típica da ascendência espanhola e do caráter argentino ou sobre a luta contra os abomináveis anos da ditadura, fora as perguntas e respostas que surgem ao passar pela Plaza de Mayo ou o Obelisco da Avenida 9 de Julio. Todos podem ser alcançados em longos passeios a pé (com muita circulação de turistas o ano todo, é bom lembrar) ou com a providencial ajuda dos táxis da capital – baratos e que estão por todo lado.

Visitantes também costumam gostar de conhecer a região portuária repaginada de Puerto Madero, com seu longo calçadão rente ao canal. As crianças, mais uma vez, podem entrar felizes no roteiro – e conhecer, além dos pratos dos restaurantes que se alinham no canal (normalmente bastante amigáveis à presença dos pequenininhos), uma outra atração: a fragata Sarmiento (Juana Manuela Gorriti, altura do número 700), o primeiro navio-escola argentino, que esteve em mais de 40 países desde sua construção, em 1897. A visita embarcada é interessante, e as crianças poderão entender melhor a tradição náutica que envolve o povo argentino.

Outros dois pontos de parada podem ser divertidos para famílias na capital: primeiro, há o Malba, Museo de Arte Latinoamericano (Av. Pres. Figueroa Alcorta, 3415, malba.org.ar, 50 pesos), onde as obras de arte modernas e contemporâneas são analisadas seriamente pelos adultos e ficam muito mais engraçadas e curiosas pelo olhar das crianças (e ainda há a oportunidade de pequenos brasileiros verem um ícone nacional, o Abaporu, de Tarsila do Amaral, parte do acervo). Depois há também a Floralis Generica (Av. Pres. Figueroa Alcorta, 2263), a gigantesca flor metálica que fica ao pé do bairro da Recoleta e que abre e fecha como uma planta real. Rende, pelo menos, fotos incríveis dos turistas mirins.

Há ainda um passeio menos cheio de gente que será divertido para todas as idades (os pequenos vão curtir muito): o Jardim Japonês de Buenos Aires (Av. Casares, 2966, jardinjapones.org.ar, 32 pesos) fica no delicioso bairro de Palermo e foi aberto em 1967 para uma visita do então príncipe do Japão (o hoje imperador Akihito). Todos os elementos tão harmônicos dos jardins desse tipo estão lá – lanternas, pontes, lago com carpas, vegetação típica. E há também um viveiro com bonsais e um restaurante, além da loja de recordações.

Bem colado ao Jardim Japonês está um ponto alto – altíssimo – para crianças em Buenos Aires: o Zoológico de Palermo (aliás, o bairro é, ele todo, um charme; vale um bom giro por lá e um almoço em um dos vários restaurantes do momento). O zoo (República de la India, 3000, zoobuenosaires.com.ar, 130 pesos), apesar de seguir os moldes antigos de recintos de animais, tem diversos bichos pequenos que vivem soltos, como patos e cisnes, logo na entrada, e pavões, pacas e ratões por todo lado. Todos estão sempre à espera da comida que é vendida pelo próprio zoológico para ser dada pelos visitantes (uma lista dos animais que podem recebê-la vem impressa no baldinho de ração). É alegria garantida para o público infantil. E para os grandes – ou a criança dentro de cada um de nós acharia chato alimentar uma lhama?

Plaza de Mayo - Buenos Aires

Plaza de Mayo – Buenos Aires

Ter experiências

O que suscita muita dúvida em pais e mães zelosos (e também em pais e mães esgotados que querem apenas beber um bom vinho sem preocupação) é se levar as crianças a Buenos Aires vai cortar a “diversão adulta”. Os shows de tango, por exemplo, estarão condenados? Para crianças maiores de, digamos, 12 anos, que devem entender melhor uma dessas apresentações, não; elas podem perfeitamente estar nos tradicionais eventos, como o Señor Tango (Vieytes, 1655, senortango.com.ar, 450 pesos apenas o show) – se conseguirem ficar acordadas, claro, já que o jantar começa às 20h30 e o show propriamente dito se inicia às 22h, terminando quase à meia-noite. Mas se for o caso apenas de presenciar o tango e “sentir o drama” da mais tradicional dança argentina, vale saber que em vários pontos da cidade, como em San Telmo e La Boca, artistas de rua encenam tangos e milongas lindamente. E mesmo em plena luz do dia, nada se perde, toda a beleza continua lá para qualquer criança apreciar.

O clima portenho é mesmo poderoso e está por toda parte, então pode-se ter certeza de que qualquer um “sentirá” Buenos Aires mesmo sem cair noite adentro em uma das famosas boates locais (onde a coisa começa a esquentar lá pelas duas da madrugada, horário impossível para quem tem filhos consigo). O ar dessa bela cidade – que anda passando por muitas dificuldades econômicas e sociais, é verdade – se mantém valente e não desaparece com a luz do sol que brilha boa parte do ano (mesmo com as baixas temperaturas do inverno, que chegam fácil aos 5 ºC).

Crianças e adultos poderão sentir, por exemplo, a diversão de circular pela Plaza San Martín, localizada no bairro do Retiro, pertinho da mais lotada e famosa rua de compras local, a Calle Florida. Há um pequeno playground para os niños, sim, mas também é legal fazer um passeio sob as árvores que estão lá há mais de cem anos e observar os passeadores com dezenas de cachorros a tiracolo, profissão comum em Buenos Aires.

Quer sentir a cidade mais ainda e mostrar aos filhos como a capital pode ser uma delícia? Basta parar em uma das sorveterias locais – a que tem mais unidades é a Freddo –, sentar em um banco (quem sabe no bairro da Recoleta, central e atraente com pessoas de todos os cantos a passear) e entregar nas pequenas mãozinhas um bom helado de dulce de leche. Poucas coisas traduzem e elogiam melhor Buenos Aires que seu doce de leite e sua gente.

Plaza San Martín

Plaza San Martín

Fazer descobertas

Existem mesmo passeios que só faz quem viaja sozinho – e outros, que só faz quem leva filhos consigo. Chato? De jeito nenhum. Passeios infantis bem escolhidos permitem aproveitar até melhor cada destino de viagem. O Planetário Galileu Galilei (Av. Sarmiento com Belisario Roldan, Parque 3 de Febrero, planetario.gov.ar, 30 pesos), por exemplo, passaria longe de um programa de adultos à caça de cafés cremosos e casacos de couro – mas acaba sendo uma atração para todos. Em 2011, o planetário foi renovado e ganhou um sistema de vídeo Full Dome, que permite apreciar com maior definição e qualidade a paisagem refletida do universo. Também foram adicionados quase 300 assentos 4D que permitem aos visitantes maior interação com o filme assistido (e o novo som Dolby 5.1 torna a experiência algo único).

Também pode entrar no roteiro uma visita ao Museo Argentino de Ciencias Naturales Bernardino Rivadavia (Av. Angel Gallardo, 470, macn.secyt.gov.ar, 15 pesos), muito didático e bem organizado, com fósseis e um grande acervo de espécies para as crianças (e os pais) desvendarem.

Se a alegria da meninada for ainda mais privilegiada, meninos e meninas têm duas opções de “templos sagrados”: a Casa Barbie (Av. Raúl Scalabrini Ortiz, 3170, barbie-stores.com), loja totalmente dedicada à famosa boneca, que vai desassossegar as garotinhas com centenas de modelos para ver e comprar (e um salão próprio para fazer maquiagem e um lanchinho no mundo cor-de-rosa); e o Estádio Alberto J. Armando (Brandsen, 805, .bocajuniors.com.ar), do célebre time Boca Juniors, localizado no bairro de La Boca – “La Bombonera” recebe visitantes diariamente, dependendo dos jogos marcados, e é de fato incrível pela construção íngreme das arquibancadas e o clima permanente de paixão futebolística.

Meninos e meninas também não precisam ficar separados para se divertirem. Em dois pontos da cidade, ambos os sexos têm espaço – para compras e para uma refeição diferente. A Imaginarium (Shopping Pátio Bullrich e outros endereços, itsimagical.com.ar) é uma cadeia de lojas de brinquedos muito inventivos (todos importados e, por isso mesmo, um pouco mais caros que brinquedos de lojas comuns). Já a Muu Lecheria (Armenia, 1810, mundomuu.com.ar) é a parada perfeita para um almoço ou jantar menos “argentino-asados-e-massas”. A casa segue o estilão dos diners americanos dos anos 1950, e o cardápio traz ótimas hamburguesas, waffles, milkshakes, panquecas. É muito bem decorada e animada, com um serviço rápido e amável para barriguinhas famintas. A clássica, orgulhosa e altiva Buenos Aires, de fato, pode surpreender com seu doce carinho pelos chiquitos.

La Bombonera - Argentina

La Bombonera – Argentina

Serviços

Moeda

A moeda oficial é o peso argentino.
Clique e confira a cotação.

Fuso horário

Buenos Aires está no mesmo fuso que Brasília.

Clima

As estações são bem marcadas: a capital argentina tem inverno rigoroso, chegando a marcar 5 ºC nos meses de junho, julho e agosto, e um verão bastante quente (dezembro chega a bater os 32 ºC). Chove especialmente entre os meses de outubro e março.

Vistos

Brasileiros não precisam de visto. Para entrar no país, não precisa apresentar passaporte, apenas RG (recente e em bom estado). Crianças também precisam apresentar RG (e é bom levar a certidão de nascimento para facilitar a imigração).

Por: Flávia Pegorin – Seu Próximo Destino

Compartilhe:

Participe deixando seu comentário!


Emcatur - Fln
Origem:
Data de Ida:
Destino:
Volta:
Adulto
Criança
Bebê
Ligue
(48) 3212 - 0600
Envie E-mail
Acesse o Site

BUSCAR

APLICATIVO

GUIAS

SAIBA MAIS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PassagemAerea.com.br

Bem - vindo ao PassagemAerea.com.br! O único site que reúne agências de viagem que vendem online e oferece a comodidade de você comprar com facilidade e segurança, em qualquer horário em sua casa, escritório ou celular.

Utilize o buscador e encontre o melhor preço para qualquer destino do Brasil e do mundo. Todos os dias o site divulga companhias aéreas que estão com preço promocional de passagens aéreas, aproveite e realize sua viagem pagando o menor preço!

As agências oferecem parcelamento em até 10x sem juros, consulte a origem e destino que deseja e confira os melhores preços com garantia CERTISIGN.

Encontre as melhores dicas e promoções de passagem aérea diariamente.

Copyright © 2017 • Todos os direitos reservados do site Passagem Aerea. Site criado pela CNTEC - Empresa de Marketing e Tecnologia