Onde comer em Boa Vista

A culinária roraimense é bem típica da região norte. Seus pratos conhecidos e ingredientes indígenas são uma constante nos outros estados do norte como Amazonas, Amapá, Rondônia e Pará.

Os condimentos usados é uma mistura de cultura indígena e nordestina, que criou pratos diversificados, naturais e saborosos. Todas as receitas recebem um mix de frutas regionais com raízes e ervas.

A tapioca é bem conhecida no local, assim como a mandioca e a macaxeira. Ela pode ser degustada com sabores doces e salgados, durante as 24 horas do dia.

A especialidade não é específica para o café da manha ou almoço, por exemplo. É comum encontrar barraquinhas de tapioca, assim como restaurantes, servindo o prato a qualquer hora do dia.

A farinha de tapioca também é utilizada para outros pratos. Geralmente, ela é usada em pães assados que acompanham café ou chá.

O pé de moleque também é uma especiaria da região. Feito de carimã da mandioca, o verdadeiro doce é de Roraima. A receita mistura açúcar, ovos, manteiga, sal, cravo e erva-doce. Para ficar com a aparência conhecida, a massa é enrolada na folha de bananeira e é levada ao forno para assar.

Para pratos mais elaborados, os peixes e frutos do mar fazem sucesso nas receitas típicas. O peixe moqueado, por exemplo, é uma especialidade assada como espetinho e regado com um caldo feito de farinhas de pimentas. A receita é forte para quem não está acostumado com condimentos pesados.

A carne de sol também é um ingrediente bem usado nos pratos de Boa Vista. É possível encontrar a especiaria com chibé ou pinhão.

Vale a pena experimentar também o guisado de galinha caipira, a caldeirada feita com peixe, cebola, tomate e pimentão e a famosa paçoca com banana.

Para beber, as frutas típicas dão belos sucos. Roraima é um exemplo para experimentar os refrescos de cupuaçu, graviola, buriti e açaí.