República Tcheca

A parte comunista da República Tcheca pode ser vista novamente apenas em fotografias e registros históricos. Desde a separação da Eslováquia, em 1993, o país conseguiu remodelar suas belas cidades e crescer economicamente.

A cena cultural do país, bem como a artística, é muito rica, transformando a República Tcheca no país com mais características ocidentais do centro-leste europeu.

Praga é considerada uma das mais lindas cidades do mundo e já é um dos destinos mais buscados por quem visita a Europa. Lá estão diversas atrações, como o Castelo de Praga, muitas igrejas com contornos góticos e a Ponte Carlos.

Em Cesky Krumlov, por exemplo, é possível conhecer um castelo e as lindas casas de madeiras. A cidade é considerada patrimônio da humanidade pela UNESCO. Não deixe de tomar um trem para Plzen, onde a famosa cerveja lager foi inventada em 1842.

A República Tcheca também é famosa por sua música. Lá nasceram Dvorak e Smetana e sempre há concertos disponíveis. O hino nacional, por exemplo, é muito parecida com uma valsa.

Para chegar até o país, saiba que não existem voos diretos entre o Brasil e a República Tcheca. Há boas opções em voos com conexão em Londres (British Airways), Frakfurt (Lufthansa), Amsterdã (KLM), Lisboa (TAP), Madri (Iberia) e Roma (Itália).