Ídolo da música, Carlos Gardel ganha museu no Uruguai

Cantor costumava passar férias na década de 1920

3/07/2017 Bruno Mancini

Atualizado em: 22 de Março de 2018

Um dos grandes nomes da música mundial: Carlos Gardel acaba de ganhar um museu à sua altura. A cidade de Montevidéu, no Uruguai, abriu um local para ser o tributo do cantor Carlos Gardel, muito famoso entre argentinos e uruguaios por conta de seu tango.

A casa fica na Villa Yeruá de la Ramblay Rimac, casa datada da década de 1920, onde Carlos Gardel costumava passar suas férias e seus aniversários.

Logo na entrada do museu, os visitantes encontram uma estátua de Carlos Gardel, construída pelo artista plástico uruguaio Alberto Morales Saravia. Um dos grandes destaques fica por conta da frente da casa, reproduzida de forma idêntica à original.

Além de homenagear Carlos Gardel, o terreno ainda tem outro museu, dedicado ao Turfe, um esporte de corrida de cavalos, além de servir como nova sede da Associação Uruguaia de Proprietários de Cavalos de Corrida (APC).

O museu possui objetos, documentos e fotos de Gardel, que possuem QR Code com narrativas sobre as cenas. No segundo andar da casa estão os troféus, a jaqueta da última corrida de Leguisamo e a capa de seu cavalo, o Invasor, além dos móveis e objetos originais da época.

A entrada é gratuita e o museu fica aberto de terça a sábado, das 10h às 17h, e domingos e feriados, das 12h às 18h.

Museu Carlos Gardel

Compartilhe:


Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *